Fragilidade

17-6-16 

Sinto-me como um bebê que acabara de nascer 
Tão frágil 
A ponto de conseguir apenas chorar 
Tão frágil 
A ponto de não conseguir expressar-se 
Tão frágil 
A ponto de pedir socorro em desespero 
E ao mesmo tempo sem conseguir ajuda. 

Postagens mais visitadas deste blog

Sinta a sua dor - DIÁRIO #1

o que você fez com a sua dor? - da página Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

Coaxos no Bairro